14 maio, 2012

Leitura e interpretação de texto narrativo - 4° ano

Já fui cabo de vassoura. Sou cavalo-de-pau. Estive quase a ser lenha. Ou lixo, que ainda é mais triste. Sem falar no meu passado mais antigo, de quando fui árvore.
Vida incerta é a de madeira, explorada e escravizada pelo bicho homem. Onde estivermos nós, subindo em árvore, com tronco, folha e ramos vários, lá chega o homem.
E quando o homem chega, quase sempre “dá galho...” Feliz é a planta ou árvore carregada de frutos ou flores. Em geral é poupada, embora roubada nas flores e frutos... Mas, nos outros casos, machado e fogo nos perseguem... E nada podemos fazer. O bicho homem, que se intitula, vaidoso, de “homo sapiens”, palavras de uma língua esquecida, cuja tradução é “cara sabido”, é orgulhoso, convencido e, muitas vezes, cruel.
Mas tem realmente, uma força contra a qual nada podemos. Até hoje não entendi bem esse estranho poder desse bicho terrível.
            (orígenes lessa, napoleão em parada de lucas – aventuras de um ex-cabo de vassoura, 7ª ed., edições de ouro, 1970, p.13-14.).

      1. Responda:
A)    a opinião do cabo de vassoura a respeito do homem é que ele é explorador da natureza e muitas vezes cruel. Você concorda com a opinião dessa personagem? Por quê?

B)    o que o narrador-personagem já foi? E o que ele é agora?

C)    qual é a opinião do autor sobre a vida de madeira?

D)    qual é a opinião do narrador sobre o homem?

E)    imagine que você pudesse conversar com esse cabo de vassoura. O que você diria a ele?

F)     o que você diria para defender o homem de tudo o que o cabo de vassoura falou a seu respeito?

2. Assinale um x na resposta certa:
A)    os personagens que aparecem no texto são:
(   ) um cavalo-de-pau                                   (   ) uma flor
(   ) o homem                                             (   ) um animal da floresta
(   ) um menino                                         (   ) uma lata de lixo

B)    quem conta a história é:
(   ) narrador-personagem ( conta a história e faz parte dela)
(   ) narrador-observador ( conta a história e não participa dela)

C)    este texto é narrado segundo a opinião do:
(    ) homem                                    (   ) do cavalo-de-pau.

3. Escreva uma bonita frase exclamativa com o conjunto de palavras;
Semente – árvore – madeira para fogueira
4. Marque a alternativa que contém o mesmo significado da frase em destaque;

            e quando o homem chegam, quase sempre “dá galho”...
(   ) com a vinda do homem, quase sempre é chato.
(   ) com a chegada do homem, quase sempre dá problema.
(   ) com o aparecimento do homem, quase sempre vem boas novas.

5. Marque x na alternativa que destaca o antônimo das palavras destacadas:
A)    vida certa é a de madeira.
(   ) falsa                            (   ) incerta                                   (   ) correta
O bicho homem é humilde e, muitas vezes, bondoso.
(   ) malvado                     (   ) caridoso                               (   ) esperto

C)    e quando o homem chega quase sempre dá galho.
(   ) todas as vezes                  (   ) nunca                          (   ) de vez em quando

6. Imagine que você é uma árvore. O que faria para não virar lenha?
    pense a respeito e escreva um pequeno texto falando sobre o assunto.

Márcia Alexandra - Educando e aprendedo

2 comentários: